Tempodofim.com.br

Profecias para o tempo do fim



Poder


Este texto é parte do livro: Manual de Guerra Espiritual, deste autor e destina-se a Obreiros, Evangelistas, Pastores e demais Ministros do Evangelho.

Introdução:

a) - Objetiva o presente trabalho, instruir os obreiros de Deus, especialmente aqueles que estão iniciando o ministério, em como alcançar o poder de Deus. Com este poder, o obreiro poderá pregar de forma sobrenatural, profetizar, ministrar o Espírito Santo, efetuar curas divinas e outros milagres maravilhosos.

b) - O que é ser poderoso em Deus? Existe uma infinidade de pregadores da Palavra de Deus, e a maioria deles pregam bem e corretamente, mais apenas uma minoria tem o poder de Deus. Quando o pregador tem o poder de Deus, ele opera milagres e prodígios, faz coisas sobrenaturais acontecerem, expulsa demônios e efetua curas, dá convencimento e converte as almas das trevas para a luz, durante a pregação da Palavra. Quem tem o poder de Deus logo é percebido, mas quem não tem, busca socorro em muita coisa estranha e não demora também a ser percebido. Quem tem o dom de maravilhas sabe o preço que paga, porém, sabe também do que é capaz de fazer.

c) - Sinais e prodígios maravilhosos são exclusivamente para operadores de milagres, pessoas que buscaram o poder de Deus incansavelmente, durante anos afinco, sem desistir e sem titubear, até descer do céu a unção necessária para o desempenho de um ministério de poder.

d) - Há Pastores que passam vinte a trinta anos a frente de um ministério acanhado, que resiste a crescer, quando poderia buscar de Deus uma unção especial, e rapidamente o seu ministério desabrocharia. A busca do poder é dolorosa e cara. Não é qualquer um que consegue alcançar o brilho de ter um dom de Maravilhas que poderá mudar o destino de milhares e milhões de pessoas. Que o diga José do Egito.

e) - "aconselho-te que de mim compres ouro refinado no fogo, para que te enriqueças..." (Ap 3.18)

f) - Este versículo está inserido em um contexto de repreensão, mas ele traz muita riqueza do Espírito. Se olharmos pela ótica da sabedoria, veremos um conselho de Deus para que o busquemos até ganharmos o que está descrito nele.

g) - Todo mineiro, que procura ouro, sabe como é difícil encontrá-lo. É preciso ter a ferramenta especial, coragem e muito ousadia para descer ao profundo e arrancar ouro.

h) - Os quatro pilares do poder de Deus: Bíblia, Oração, Vigilância e Jejum, com grandeza de poder conforme a ordem apresentada.

1 - Bíblia - Em todas as áreas do conhecimento humano, o especialista, deve conhecer habilmente a sua ferramenta de trabalho.

1.1 - "Procura apresentar-te diante de Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a palavra da verdade." (11Tm 2.15)

1.2 - Qualquer profissional, em qualquer profissão, se não manusear bem o seu equipamento de trabalho, nem emprego arranjará. Todo trabalhador, por mais humilde que seja, deve conhecer bem os segredos da sua profissão, porque é dela que vem o seu pão. A grande maioria de obreiros vivem de dízimos e ofertas, e ambos são frutos de milagre, do convencimento que o Espírito dá às pessoas que devem semear para poderem colher.

1.3 - Quem sai para fazer a obra de Deus sem dominar a Bíblia Sagrada, irá fazer a obra de forma desagradável a Deus e isso será causa de acusação por parte dos demônios, e conseqüente desconforto para os ouvintes, resultando todo o trabalho em fracasso.

1.4 - Não existe ilusão, ou o obreiro conhece a Palavra de Deus, ou não deve sair para fazer pregações, especialmente em Igrejas, diante de outros irmãos mais experientes que irão perceber a enxurrada de erros, bloqueando a descida da bênção de Deus.

1.5 - Se você é, ou quer ser obreiro de Deus aprovado, leia a Palavra pelo menos uma hora por dia em oração. Se quer ser um poderoso em Deus, terá que ler pelo menos três horas por dia durante uns três anos seguidos e depois disto permanecer lendo diariamente.

2 - Oração - A oração que nós indicamos não é aquela conversa tradicional que temos com Deus. Mas sim, aquela conversa espalhafatosa, descontrolada, desgovernada, do tipo que Ana teve com o Senhor, quando foi criticada por Eli (1Sm 1.12-15). Aquela oração certinha, sem rasgar o coração para Deus, não opera grandes milagres. Sabemos que Deus ouve a todos, mas, vemos pela Bíblia que todas as vezes que alguém entrava em desespero diante de Deus, imediatamente Deus atendia. Claro, um desespero justificável e sincero.

2.1 - É o caso da mulher cananéia (Mt 15.21-28). Ela se jogou humilhada diante dos pés de Jesus, mesmo Jesus dizendo que não tinha vindo para atendê-la, ela disse: "Sim, Senhor, porém os cachorrinhos comem as migalhas que caem das mesas dos seus donos". Se alguém quiser ser poderoso, terá que conhecer o caminho da humilhação diante de Deus, terá que descer ao vale, e literalmente falando esfregar o rosto no pó, do contrário vai perder tempo buscando a Deus.

2.2 - Os poderosos em Deus, devem orar o dia inteiro (Ef 6.18), porém, devem reservar momentos durante dia para estar com Deus, especialmente alguns minutos a partir das três da manhã, todos os dias, incansavelmente. Se buscar, receberá.

2.3 - "Buscar-me-eis, e me achareis, quando me buscardes de todo o vosso coração". (Jr 29.13)

2.4 - O primeiro grande desafio para quem quer ser poderoso, é ter que obedecer a Deus em coisas que ninguém jamais iria conseguir, é a chamada obediência cega:

 

2.5 - "...Deus provou a Abraão, dizendo-lhe: Abraão! E este respondeu: Eis-me aqui. Prosseguiu Deus: Toma agora teu filho; o teu único filho, Isaque, a quem amas; vai à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre um dos montes que te hei de mostrar." (Gn 22.1 e 2)

2.6 - Deus deu uma ordem aparentemente "louca", "esdrúxula" para Abraão e ainda trabalhou no subliminar de Abraão: "único filho, a quem amas", para dizer para ele, me devolve a base da promessa que te fiz. Tu esperou tanto tempo (mais de trinta anos) por este menino, é louco por ele, sabe que por intermédio dele eu trarei um povo santo à terra e agora te mando sacrificá-lo, vá... quero ver se você é mesmo obediente. Sabemos que Abraão, mesmo arrasado, obedeceu. Depois disto, bradou a voz do Anjo do Senhor do céu: "...porque me obedeceste, eis que te abençoarei..." Tem muitos outros exemplos na Bíblia, é por isto que o poderoso tem que ler e ler muito. Quem lê aprende com as experiências dos outros. Aprende mais rápido.

3 - Vigilância - Imagine-se enchendo um vaso sem fundo. Ele não vai encher nunca. Quando o crente não é vigilante, assim é a situação de Deus, tentando encher um vaso que não tem fundo, ou que está quebrado ou rachado, logo que o óleo quente bate dentro, a rachadura se abre mais e o óleo cai todo fora do vaso. É perda de tempo, tentar encher vaso rachado ou quebrado.

3.1 - Todo crente tem que ser vigilante, mas aqueles que estão buscando o poder de Deus, precisam ter uma vigilância especial, é como se existissem vasos comuns: feitos de barros, outros de prata e outros de ouro. Certamente os vasos de ouro foram feitos para servirem no altar de Deus.

3.2 - Na prática, eu imagino, que os vasos que buscam receber um óleo extremamente quente, devem ter uma parede bem grossa e devem ser muito resistentes a altas temperaturas, para quando forem testados não racharem. Vaso comum, se parte todo quando recebe óleo quente.

3.3 - Ha um caso na bíblia que tem me chamado muito a atenção: a mulher de Potifar, capitão da guarda de Faraó do Egito, vivia tentando levar José para o "leito", José sempre se negava:

3.4 - "Mas sucedeu, certo dia, que entrou na casa para fazer o seu serviço; e nenhum dos homens da casa estava lá dentro. Então ela, pegando-o pela capa, lhe disse: Deita-te comigo! Mas ele, deixando a capa na mão dela, fugiu, escapando para fora". (Gn 39.11 e 12)

3.5 - A Bíblia diz em Provérbios que "sábio é o homem que se desvia do mal". Se José sabia da armadilha, porque vacilou. Pela sua integridade física e espiritual, ele jamais poderia ter entrado no mesmo ambiente que havia uma serpente pronta para lhe atacar, ainda mais que não havia ninguém para "socorrê-lo", como testemunha.

3.6 - O crente, e, em especial aqueles que estão buscando poder de Deus, devem sondar o seu derredor o tempo todo, para ver aonde Satanás está preparando o laço. Quando alguém começa a buscar a Deus "freneticamente", Satanás começa a armar uma série de armadilhas, para derrubar o crente, e não vai sossegar jamais, porque quando um poderoso entra numa cidade tomada por demônios, a maioria deles tem que mudar de região, voltar para o inferno e até mesmo ser jogado no lago de fogo e enxofre.

3.7 - Os pecados mais comuns são: Falar mal ou criticar a vida alheia, comprar e não pagar, contratar e não cumprir, olhar desejando corpos do sexo oposto, e prostituição. Pessoas que praticam estas coisas,  mesmo indo a Igreja, não têm o Espírito de Deus. Estas pessoas, são vasos sem fundo, quebrados e trincados.

4 - Jejum - Não existe poderoso, sem muito jejum. O jejum quebra a força da carne, e quanto mais fraca está a carne, mais fácil fica para o Espírito operar.

4.1 - "Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco, então é que sou forte." (11Co 12.10)

4.2 - Pela leitura da Bíblia, observamos, os grandes operadores de milagres, praticando jejuns arrasadores. Moisés, jejuou quarenta dias duas vezes, e muitos outros também jejuaram 40 dias, inclusive Jesus.

4.3 - Se alguém vai jejuar quarenta dias, deve ter pelo menos uns três anos de prática de jejum de um dia sim e outro não, e deve preparar o corpo com uma seqüência crescente de jejuns até perto de quarenta, para depois iniciar os quarenta. Por exemplo: Jejua um dia sem água e sem alimentos, e folga um; jejua três e folga dois; jejua sete e folga quatro; jejua quatorze e folga cinco; jejua vinte e um e folga sete e então jejua quarenta. Ninguém deve tentar este jejum por vaidade ou sem ter a experiência necessária e com a orientação de Pastores experimentados.

4.4 - Antes de se fazer um longo jejum, é bom consultar um médico para saber se o seu corpo vai resistir, evidentemente, as coisas espirituais são discernidas espiritualmente.

4.5 - Para ser um poderoso de Deus, é preciso ter um chamado divino, e ter coragem de enfrentar as dificuldades que irão aparecer durante a consagração e depois dela. Quanto mais poder, mais responsabilidade, mais santidade, mais perseguição e mais cobrança. Se você está querendo ser poderoso por satisfação pessoal, desista, porque Deus não vai lhe dar poder. Mas se quer ser poderoso para trabalhar para Deus e glorificar o nome do Altíssimo, busque com fé, porque certamente você será um dos maiores homens de Deus da história humana. Deus quer que você seja um poderoso. 

Leia também: Transbordando Poder - Dom de Maravilhas.

 

 




"Quando a ciência se multiplicar, Jesus voltará". (Dn 12.4) A ciência já se multiplicou, Jesus está voltando. Você está preparado?