TempoDoFim.com.br

  • Arrebatamento

  • ARREBATAMENTO


    O que é?

    Em que momento?

    Primeira vinda.

    Segunda vinda.


    Título: Arrebatamento, primeira vinda.


    Palavras chaves: Arrebatamento, Tempo do fim, Revelação, Profecia, Igreja.


    "Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR DOS EXÉRCITOS". Jeremias 4:6


    RESUMO


    Nosso objetivo é provar que chegamos ao tempo do fim. Que o arrebatamento é iminente.


    01 INTRODUÇÃO


    01.1 Arrebatamento, ou rapto da Igreja, é a vinda repentina de Jesus, que embora a própria Bíblia diga que Ele vem como ladrão, (ninguém sabe o momento) a mesma Bíblia também diz que Ele virá com grande alarido de trombeta (Mt 24:31) e que todo olho O verá (v 30). O arrebatamento, é a retirada da Igreja de Jesus por Ele da terra, juntamente com os que dormem em Cristo, todos serão levados por anjos a um encontro com Jesus nos ares, nas nuvens, de onde iremos para o céu, morada de Deus, viver com Ele eternamente. (I Ts 4); (I Co 15:52)


    01.2 A princípio parece absolutamente impossível harmonizar esta revelação com a Bíblia, mas demonstraremos que é possível, e o faremos de forma clara, em Deus. Para isto, apresentaremos textos bíblicos que mostram o ardente desejo de Deus em revelar e tornar público este assunto alguns anos antes do arrebatamento, durante o período denominado de tempo do fim, e a consequente harmonia bíblica;


    01.2.1 Ao final, apresentamos o assunto em forma de premissas para sedimentar o entendimento. Vamos enfrentar as quatro questões principais:


    01.2.1.1 Quando se iniciou o tempo do fim?


    01.2.1.2 Como superar o texto: "Quanto ao dia e hora ninguém sabe"? (Mt 24:36)


    01.2.1.3 Onde na Bíblia, Deus demonstra o desejo de revelar isto?


    01.2.1.4 O que significa o enigma de Sansão?


    01.3 É nosso desejo profundo que a Igreja do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo receba as nossas revelações como sendo divinas, por este motivo, pedimos encarecidamente e com a máxima humildade, que a Igreja ore, assim, desde já, a Igreja não será enganada com falsas profecias.


    02 ARGUMENTAÇÃO


    02.1 Necessário se faz que o leitor entenda e aceite que na Bíblia existem as figuras dos selos e das chaves, que aparecem as vezes de forma literal, e as vezes de forma figurada. E servem para dar entendimento às profecias futuras. Embora existam outros textos, faremos uso de dois capítulos da Bíblia que demonstram esta revelação, mediante o uso destas figuras, são eles, Juízes 14 e Daniel 12:


    02.1.1 O primeiro: Juízes 14, é onde Sansão propõe um estranho enigma, aonde está evidente a possibilidade de alguém receber a revelação da data do arrebatamento da igreja por intermédio do Espírito Santo. Eis o enigma na linguagem do Espírito Santo: "Do comedor saiu comida, e do forte saiu doçura" (v.14) E sua resposta: "Que coisa há mais doce do que o mel e mais forte do que o leão?" (v.18). E agora na linguagem dos homens: "Do devorador saiu a igreja"; "De Jesus saiu o Espírito Santo"; mais doce que o mel = arrebatamento; mais forte do que o leão = Jesus. E por fim: "Se vós não lavrásseis com a minha novilha, nunca teríeis descoberto o meu enigma". Agora na linguagem dos homens: "Se vós não investigassem com o meu Espírito, nunca teríeis descoberto o segredo do arrebatamento. Que é o prêmio prometido para quem descobre o "enigma de Sansão". Ler mais sobre o enigma: www.tempodofim.com.br/enigma.htm


    02.1.2 O segundo: Daniel 12, que trata do tempo do fim, onde vemos o diálogo entre Jesus, um anjo e Daniel. Jesus diz: “encerra as palavras e sela o livro, até o tempo do fim” (v.4). E um anjo pergunta para Jesus: “Quando se cumprirão estas maravilhas?” (v.6) E Jesus responde: “...estas palavras estão encerradas e seladas até o tempo do fim” (v.9). Além do selo do tempo do fim, Jesus também deixou uma chave (Dn 12.4) para sabermos com espantosa precisão, quando se iniciaria o tempo do fim, ela é: “a ciência estará multiplicada, distribuída e espalhada em toda terra”; (v.4);


    02.2 Por causa da chave que Jesus deixou para sabermos quando se iniciaria o tempo do fim, (Dn 12.4) podemos perceber com absoluta clareza, sem nenhuma possibilidade de questionamento que chegamos ao tempo do fim em 1997. Para entender as questões levantadas e estudadas neste texto, é preciso que o leitor compreenda que os selos e as chaves de Deus existem e foram estabelecidas exatamente para este propósito, revelações futuras, e também que a ciência que temos hoje, iniciou-se com a revolução industrial, (1712, invenção do motor a vapor) mas o versículo fala de "multiplicada, espalhada, distribuída, conhecida, em toda terra", e isto, só aconteceu quando a Internet passou a existir em nível mundial, globalizando a ciência e todo o conhecimento humano, no ano de 1997;


    02.3 Com relação ao selo, Jesus estabeleceu uma regra, (Dn 12:9) só poderia ser quebrado quando no tempo do fim, foi este selo (ninguém sabe Mt 24:36) que impediu Daniel de saber “QUANDO, se cumprirão estas maravilhas”? "Estas maravilhas", (Dn 12:6) são os acontecimentos relacionados ao tempo do fim, arrebatamento, tribulação e milênio. Em outras palavras, o selo proibitório de (Mt 24:36), caiu por terra, rasgou-se, venceu, não existe mais. Jesus mesmo, nos avisou que o prazo de validade do selo expirou ao chegarmos no tempo do fim em Daniel 12:9. Quando disse: "Selado até o tempo do fim". Convenhamos, Depois de Daniel jejuar 21 dias, Jesus não iria aparecer para ele e falar isto sem um significado fortíssimo.


    02.4 Quando um anjo pergunta a Jesus "QUANDO se cumprirão estas maravilhas" (Dn 12:6) é Deus provocando o assunto para demonstrar que desejava responder esta pergunta para a Igreja quando chegasse o tempo do fim e automaticamente tornar mentirosa e falsa qualquer profecia anunciando a data antes de iniciarmos o tempo do fim. Daniel 12.6, estabelece um período específico para esta profecia acontecer: Entre 1997 e o momento do arrebatamento. Por que Deus não queria que isto fosse descoberto fora do período definido como tempo do fim? Provocaria um esfriamento na Igreja gigantesco. Como está sendo revelado muito próximo não provoca isto, ao contrário, todos vão querer produzir ao máximo no pouco tempo que resta. E mesmo, quem irá acreditar em mim? Acreditaram em Noé? (Mt 24:37) A própria Bíblia diz que não vão acreditar, mesmo acontecendo todos os sinais indicadores do fim, o mundo não vai acreditar, e nem quer saber disto, não dá a mínima;


    02.5 Eis as respostas, sintetizadas, das quatro questões iniciais:


    02.5.1 Chegamos ao tempo do fim em 1997 (Daniel 12:4);


    02.5.2 O selo proibitório da revelação do "QUANDO se cumprirão estas maravilhas", (Daniel 12:6) foi rasgado ao chegarmos no tempo do fim, 1997;


    02.5.3 Deus demonstrou que desejava revelar isto no tempo do fim no Enigma de Sansão (Juízes 14:12-18) e quando um anjo faz a pergunta, "Quando acontecerão estas maravilhas" (Daniel 12:6). Este anjo, mensageiro, personifica a pessoa de Deus;


    02.5.4 O enigma de Sansão é um desafio e proposta de Deus para o profeta aceitar que é possível descobrir este mistério do arrebatamento, porque, por MT 24:36 e muitos outros textos, é absolutamente impossível alguém saber. Reconheço, estou remando sozinho contra a correnteza do rio, felizmente estou exaustivamente preparado para receber as humilhações que certamente virão. É como se diria: "para o profeta não ficar louco". Afinal, ele ouviu da boca de Deus uma data que ninguém poderia saber dela porque estava selada, e era um assunto totalmente proibido;


    02.6 Em 1995 o Espírito Santo me disse: “Difícil é jejuar quarenta dias”. E em espírito eu respondi: “É difícil mas não é impossível”. Depois de dois anos de preparo, enquanto passava fome, em 1997, o Espirito Santo me disse a data do evento. Foram uns dez anos para assimilar. “Operando Deus, quem impedirá”. (Is 43:3).


    03 CONCLUSÃO


    03.1 "Certamente o SENHOR não fará COISA ALGUMA, sem ter antes revelado o seu segredo aos seus servos os profetas." (Amós 3:7);


    03.1.1 No ano de 1996 a ciência começou a ser distribuída em toda terra, no ano de 1997 ela se espalhou, proliferou por toda a terra, chegamos ao tempo do fim, o selo proibitório de Mateus 24:36 foi rasgado; o enigma de Sansão foi destrinchado e o momento do arrebatamento foi revelado. O Filho de Deus, Jesus, prometeu (Dn 12.4 e 9) que "estas maravilhas" o mistério da data do arrebatamento seria anunciada somente no tempo do fim. Esta é a nossa conclusão.


    “Ora, o homem natural não aceita as coisas do Espírito de Deus, porque para ele são loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente”. (1Co 2:14)


    Aquele que tem um pensamento bem refinado, mente treinada, porém, sem discernimento espiritual, vai pensar consigo: "Ele usa a Bíblia para reforçar o argumento dele". Mas a verdade é que ELE, DEUS, realmente faz isto, para conduzir os que têm a mente cativa ao Espirito Santo, para onde Ele quer. A minha convicção de que o Espírito Santo dará convencimento e de fato, revelará claramente estas coisas para aqueles que Deus quer que compreendam, é tamanha, que eu chego a ter coragem de publicar esta loucura. Convenhamos, ou eu sou louco, ou eu recebi de Deus isto que estou passando. E o meu pensar, falar e agir, estão longe das loucuras dos homens.


    03.2 ESTAMOS VIVENDO UM MOMENTO SEM PRECEDENTE NA HISTÓRIA HUMANA, são os dias que antecedem o arrebatamento da Igreja, esta é a geração que vai passar pelo arrebatamento. Grave esta frase, você vai ouvi-la em algum lugar da boca de algum profeta antes do arrebatamento, creia, é estranho mas é a verdade. Isto tudo é assombroso, e pelos sinais da vinda DELE todos sabem que é verdade.


    03.3 Obedecer a Deus, significa muitas vezes remar contra a correnteza e fazer o que não queremos. Se Deus nos mandar fazermos alguma coisa, devemos obedecê-Lo, e esperamos os resultados Nele. Para mim, me parece bem mais fácil publicar isto do que oferecer um filho em holocausto, como “fez” o patriarca Abraão. (Gn 22.1-13) Ainda que você não entenda e nem saiba explicar para as pessoas como ou porque, mas se Deus te mandou remar rio acima, reme, afinal, foi você que ouviu a voz do SENHOR. Quem anda com Deus, anda porque quer andar, porque tem um negócio com Deus e tem uma promessa de vida eterna, não é por causa de uma revelação como esta que irá se desviar. Ao contrário, temos motivos de sobra para glorificarmos o nosso Deus;


    03.4 Analise este versículo calmamente e por muitas vezes, mesmo que já conheça.


    03.4.1 “Portanto eis que continuarei a fazer no meio deste povo uma obra maravilhosa, sim uma obra maravilhosa e um assombro: a sabedoria dos seus sábios perecerá, e o entendimento dos seus prudentes se esconderá”. (Isaías 29:14);


    03.5 Cuidado, logo após o arrebatamento começa a tribulação, a data que cravei no relógio é próxima da data do evento, podendo ser antes ou depois, não se desvie, não queira passar pela tribulação, não vai ser fácil. Além do mais, quanto mais sabemos do profundo e do oculto, ciência de Deus, maior é a nossa responsabilidade diante DELE. Passar pelo arrebatamento é muito glorioso. Eu quero. E você, quer?


    03.6 A graça e a paz do Senhor Jesus Cristo seja para com todos vós.


    Premissas:


    Premissa 1: O tempo do fim.


    Maior: Quando a ciência se multiplicar em toda terra, será o tempo do fim.


    Menor: A ciência se multiplicou em toda terra. 1997.


    Conclusão: Logo: Chegamos ao tempo do fim. 1997.


    Premissa 2: O enigma de Sansão e o arrebatamento.


    Maior: Quando desvendarem o enigma de Sansão o arrebatamento será revelado.


    Menor: O enigma de Sansão foi destrinchado, desvendado, revelado.


    Conclusão: Logo: O arrebatamento foi revelado.


    Premissa 3: A revelação do arrebatamento.


    Maior: No fim será revelado o mistério ao que desvendar o enigma de Sansão.


    Menor: Chegamos ao tempo do fim; o enigma de Sansão foi desvendado.


    Conclusão: Logo: O arrebatamento foi revelado.


    Premissa 4: Rasgado o selo proibitório de (Mateus 24:36).


    Maior: No tempo do fim será rasgado o selo de Mateus 24:36. (Daniel 12).


    Menor: Chegamos ao tempo do fim. 1997.


    Conclusão: O selo de Mt 24:36 já não existe mais. Agora podemos saber do mistério.


    Autor: Pastor Otacílio Mota